Acumulado de quase 300 milímetros nos últimos 7 dias causa estragos na cidade e interior.

Caçapava do Sul Destaque Geral Rural Trânsito

Somente hoje, 13/09, até as 17h, foram 103mm com temporal que iniciou de manhã

por William Brasil

A forte tempestade que caiu na madrugada desta segunda-feira, dia 13, em Caçapava do Sul, e que seguiu intensa ao longo do dia, somando 103mm, de acordo o escritório da Tritícola Caçapavana, Cotrisul, causou transtornos em bairros, centro e interior do município. Pontes, como na Estrada do Salso, tiveram as cabeceiras levadas (as obras haviam recuperado recentemente a estrada); nas Pontas do Santa Bárbara, uma ponte de madeira, chegou a ficar praticamente submersa. Em diversas estradas do interior, a Secretaria de Obras registrou pedidos de socorro com alagamentos e danos. Nas ruas de bairros, a força da água causou vários buracos formando canaletas de escoamento de água da chuva no meio de várias ruas. No centro, a situação não foi diferente, com entupimento de bueiros, várias ruas foram tomadas pela água.

De acordo com o Secretário de Obras, Acidemar Melo, a Secretaria de Obras está fazendo hoje levantamento destes locais e amanhã mesmo inicia o reparo emergencial dos mais afetados para a liberação do trânsito. Quem estiver com as ruas do interior, bairros e centro que precisam de reparo emergencial, podem entrar em contato com as Obras pelo telefone 3281- ou enviar pelo chat do Facebook da Prefeitura, que repassará à Secretaria.

Amanhã, ele se reunirá com equipe do Gabinete, Secretaria da Fazenda e Planejamento: “Se necessário for, vamos chamar também a terceirizada para recuperar ruas, estradas e pontes”, completou. De acordo com Cotrisul, acumulado passa de 300 milímetros.

Apesar do levantamento das Obras para dar início a recuperação das vias, a previsão do tempo, de acordo com a Somar Meteorologia (empresa gaúcha responsável por boletins meteorológicos em todo estado), a previsão é de que a chuva ocorra até quarta-feira, dia 15, mas que na sexta, dia 17,volte novamente e vá até o meio da semana que vem.

Segundo a Escritório da Cotrisul, que faz a medição no município, nos últimos 7 dias choveram mais de 300mm; sendo:

22mm dia 06;

150mm dia 08;

10mm dia 9;

5mm dia 10;

108mm nesta segunda, dia 13.

A Defesa Civil não registrou danos materiais. De acordo com a Defesa Civil Municipal, apesar do acumulado, nenhum pedido de socorro devido a enchentes e destelhamentos foram registrados, mesmo com os fortes ventos e quantidade de chuva.

 392 Visualizações,  2 Hoje

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *