Municípios liderados pelo PDT decidem não assinar contrato com Corsan e deverão apresentar nova proposta

Caçapava do Sul Geral Lavras do Sul Política Rural

O partido Democrático Trabalhista (PDT-RS), em reunião em sua sede na capital gaúcha na tarde desta terça-feira, dia 23, e que contou com lideranças de mais de 24 municípios, decidiram que não vão fechar acordo com a Corsan, conforme proposta apresentada pelo Governo Estadual – que está privatizando a empresa.

A reunião organizada pelos municípios de Caçapava do Sul, São Sepé e Guaíba, e comandada pelo Presidente do Partido no Estado, Ciro Simoni, teve a explanação de especialistas em contratos, que apresentaram as cláusulas, as incertezas na prestação do serviço e possível aumento do valor prestado.

Baseado na discussão, os prefeitos e vices que participaram temem que a venda da empresa e assinaturas desses contratos prejudiquem a população dos municípios, por isso se posicionaram contrários a assinatura dos contratos.

Os deputados Estaduais Juliana Brizola, Gerson Burmann e Eduardo Loureiro, o Deputado Federal Pompeo de Mattos e os Prefeitos Giovani Amestoy (Caçapava do Sul), João Luiz Vargas (São Sepé) e Marcelo Maranata (Guaíba), que compuseram a mesa de autoridades representantes da audiência promovida pelo partido, também se manifestaram contrário à assinatura do contrato e propuseram a criação conjunta entre os prefeitos e vices do PDT, com alianças contrárias à venda da Corsan, construírem uma contraproposta a ser apresentada ao Governo do Estado do Rio Grande e que não prejudique os municípios nem a população gaúcha.

Por William Brasil

 691 Visualizações,  1 Hoje

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *